A Capa


Psicólogo Pedrosa Responde: De onde vem o termo "orientação sexual"?

Por João Pedrosa* em 29/10/2009 às 18h29

Psicólogo Pedrosa Responde: De onde vem o termo "orientação sexual"?
Bom dia, Pedrosa. Gostaria que você me tirasse uma dúvida. Sou homossexual assumido desde os 17 anos, de lá para cá já ouvi muitas definições para a homossexualidade. A última é orientação sexual. No meu entender, nunca fui orientado a ser homossexual, ninguém nunca me disse: quando você crescer você vai namorar homens! Muito pelo contrário. Nesse caso, de onde vem essa orientação? Desde já agradeço a sua atenção. Edy (Fortaleza - CE)
                                                      
Caro Edy, obrigado pelo contato. Tecnicamente nós falamos em orientação sexual. Orientação significa guia ou impulso. Existem duas orientações sexuais básicas: a heterossexual, que atinge mais de 90% de qualquer população; e a homossexual que engloba menos de 10% da população.

Não temos uma estatística confiável, mas parece que a homossexualidade deve englobar entre 5% (estimativa mínima) a 10% (estimação máxima) de qualquer população. Estudos confiáveis calculam que a orientação minoritária, a homossexual, seria de 7,89% da população.  A incidência da orientação sexual minoritária é maior entre a população masculina, cerca de 27% mais elevada do que a feminina. Isto indica que existem mais gays do que lésbicas.

Menos de 2% da população se declara bissexual. Alguns autores e pesquisadores, entre eles eu, consideram a bissexualidade um tipo pouco comum de comportamento sexual. Portanto, a bissexualidade não é uma orientação sexual. Sinais da orientação sexual de uma pessoa são detectados na mais tenra infância. Pesquisadores indicam que ela é disparada em torno de dois ou três anos de idade e definida antes do nascimento.

Acreditamos que a pessoa já nasce com uma suscetibilidade genética para ser gay ou heterossexual, ou seja, ele é orientado pela natureza. Assim sendo, você tem razão. Ninguém falou para você  'vai ser isto ou aquilo'. Provavelmente fatores genéticos orientaram seu organismo para ser gay e o ambiente reforçou esta orientação. Um abraço do Pedrosa.

(*) João Batista Pedrosa é psicólogo (CRP 06/31768-3) e autor do livro Segundo Desejo (Iglu). Envie suas dúvidas e perguntas para pedrosa@syntony.com.br. Acesse também seu site http://www.syntony.com.br.
Link

Comentários








Braian: Pedrosa, concordo com voçê em tudo o que foi colocado sobre orientação é isso mesmo so acho que tem pessoas que deveria ler e se informar mais sobre o assunto.

Leonardo: Olá, li este texto procurando pelo motivo do qual se utiliza mais hoje em dia "orientação" que "condição sexual". Nunca li mais bobagem junta sobre sexualidade humana. Claro que existem bem mais de 10% na população de homossexuais, esta estatística é baseada no Relatório Kinsey do meio do século XX. Claro que a bissexualidade É orientação sexual e é mais comum que a homossexualidade e a heterossexualidade. E não existe um gene gay. Que absurdo!

Josiana: Meu nome é Josiana, sou lésbica e fazia tratamento psicológico com uma terapeuta a um mês e logo desenvolvi uma transferencia de amor por ela e tudo ia andando quando era inconsciente mas quando foi para o consciente e eu falei o que estava acontencendo, ela simplismente me disse que eu estava fazendo uma transferencia negativa e disse que não poderia ser mais minha psicologa e que eu não poderia ter mais uma psicologa mulher, pois sempre eu iria transferir e me encaminhou para um psicologo homem...essa conduta dela foi correta? Pois pelo que eu saiba é essencial que tenha transferência no processo terapêutico. Desde já obrigada.

Tiago Vendramini: Perfeita a a colocação Pedrosa..parabéns...É fato!!! Abraços.

Paula Valença: Espero sinceramente que não tenha nenhum paciente que esteja confuso com a sua bissexualidade! Ao dizer que só há duas orientações (estáticas e pré-definidas) e que a bissexualidade não é mais que um comportamento, passa a ideia que uma pessoa só está realmente virada para um género e o resto não é mais que sexo. Como bissexual, a minha atracção por ambos os sexos (por acaso) manifestou-se desde pequena. Tenho 32 anos e sinto-me extremamente insultada quando o Pedrosa diz que o amor que senti por alguém não foi verdadeiro, apenas "comportamento"... A corrente teórica da sexualidade como bi-polar foi há muito substituída pela sexualidade como um continuum fluido, manifestando-se em diversas frentes: comportamento sexual, social, amor platónico, identidade, etc.

Licinia: A bissexualidade não é uma orientação sexual?? Tenha vergonha na cara e já que não percebe do que fala mesmo sendo psicologo, ao menos aprenda a ler e pesquisar sobre o que escreve. Vergonha.

Anterior  1 2  Próxima 

Ofertas Atirados

 

 

Jockstrap Locker Preta - Cell Block 13

 

Preço: R$ 120,00
PROMOÇÃO: R$ 98,00

 

 

Jockstrap Locker Amarela - Cell Block 13

 

Preço: R$ 120,00
PROMOÇÃO: R$ 98,00

 

 

Jockstrap Locker Verde - Cell Block 13

 

Preço: R$ 120,00
PROMOÇÃO: R$ 98,00

 

 

Jockstrap Locker Vermelha - Cell Block 13

 

Preço: R$ 120,00
PROMOÇÃO: R$ 98,00


É expressamente proibido a reprodução parcial ou total de qualquer conteúdo do site A Capa sem prévia autorização por escrito dos responsáveis.
A Capa na iTunes App Store A Capa no Android Market RSS Facebook Twitter SoundCloud
Cadastre-se no informativo