A Capa


União gay: Frente evangélica quer anular decisão do CNJ; para Jean Wyllys não haverá retrocesso

Por Redação em 15/05/2013 às 13h32

União gay: Frente evangélica quer anular decisão do CNJ; para Jean Wyllys não haverá retrocesso

Após a decisão do Conselho Nacional de Justiça, que obriga todos os cartórios do país a realizarem o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, a bancada evangélica já começou sua ofensiva de ataque.

O deputado João Campos (PSDB-GO), coordenador da Frente Parlamentar Evangélica, classificou a decisão do CNJ de "absurda". O deputado pretende reunir a bancada ainda nessa semana para discutir medidas que serão usadas para reverter a resolução do Conselho.

"A decisão do CNJ é um total absurdo. Não bastasse o Supremo ter se habituado em legislar, agora temos o CNJ. O Supremo legislou dentro de um ativismo que causa insegurança jurídica ao reconhecer a união civil (entre homossexuais) e agora o CNJ está claramente exorbitando seu papel", declarou João Campos.

Entre as possibilidades para revogar a decisão do CNJ, cabe um recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF) ou um projeto de decreto legislativo para tentar suspender a resolução via Congresso.

"Sabe-se que o recurso cabe ao Supremo por meio de mandado de segurança, mas queremos analisar a medida para ver se podemos sustar, em tese, por decreto legislativo", declarou o deputado. O decreto mencionado precisaria ser aprovado na Câmara e no Senado.

Irreversível
O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) declarou que já esperava essa ofensiva da ala conservadora. Mas, Jean acredita que a "onda conservadora será derrotada", porque "o país finalmente mudou".

Para o deputado, a decisão do CNJ é irreversível e deverá levar o Congresso a legislar sobre o casamento gay. "Com esta decisão do CNJ, o Congresso não terá outra saída que dar força de lei a essa resolução", disse Jean.

Segundo ele, "a democracia brasileira está amadurecendo" e não permitirá que haja "retrocessos" em uma decisão "tardia, mas indispensável" para igualar todos os cidadãos perante a lei.

Link

Comentários








Fabio: deviam tirar a isenção de impostos das igrejas para igualar a igreja as empresas ja que os pastores compram ate emissora de televisao e andam de jatinhos

Carlos: Estes evangélicos fundamentalistas são uma vergonha para o país. Eles querem se intrometer até no direito ao casamento civil de terceiros.Isto é totalmente desumano, criminoso e homofóbico. Será que não conseguem entender?

Geovanni: alienados esses evangélicos. Existe uma diferença entre acreditar em Deus e ser preconceituoso, o que muda na vida deles a felicidade do próximo?! Me digam quanto é 10% da sua ignorância?

Luis: Desculpe, mas o pais não mudou! Se mudou foi para pior! Se nosso pais tivesse mudado não seria o CNJ que teria tomado essa decisão mas sim o congresso. Tanto nao mudou que vao tentar anular a decisão! Vivemos em um pais comandado por uma máfia que faz de td para ficar no poder.

augusto: amo o jean!!! *--*

vitor issler: Cabe também a nós atuarmos firmemente e em "alto e bom som" para mostrar que não estamos passivos contra as forças DO MAL! que querem fazer daqui um país de aiatolás, condenando pessoas ao apedrejamente fanático de religiões onipotentes e seus pastores bilionários!! Quem for desta ou daquela religião que viva sob seus preceitos, ditames e pecados, os outros não podem ser achacados a seguir seus delírios pastorais.

Reni: A bancada evangélica tem mesmo é que engolir mais essa, chega dessa gente mandar e desmandar no Brasil.

Caio: Bom eu penso como o Wyllys, no meio de toda essa guerra (criada pela corja maldita e mantida por eles) o congresso terá que "acordar", pois se o casamento igualitário já permitido, mesmo que não da forma completa por meio de lei, agora ficará bem feio a política brasileira voltar atrás. Acho que essa foi a intenção do judiciário desde 2011: mobilizar os parlamentares a força para aprovarem de vez o que já deveria ter sido aprovado há anos.

Andre: manda esse Dep. João Campos cuidar da vida dele que enquanto ele ta preocupado com o casamento dos gays e mulher dele deve ta com outro.

Fabiano: Tanta coisa para ser feita em nosso pais e estes evangélicos tentando revogar algo que faz a democracia crescer. Estes evangélicos deveriam pensar um pouco mais em projetos de educação saúde em vez de ficar perdendo tempo em tentar retroceder nosso pais. O que isto traz de mal para este IDIOTAS!!!

Linda Emanuély: Se eu fosse presidente desse país teria um serviço de inteligência TERRÍVEL, mandaria matar todos os corruptos e fundamentalistas. GAY EMANUÉLY - SEMPRE GAY EMANUÉLY!

icaro : a luta contia !!

thony souza: Temos que convocar todas as instituições LGBTS do país, pra fazer campanha contra a eleição desses que só se preocupa com a vida dos outros, principalmente esses evangélicos de merda.

Genaro: A culpa disso é do PT, que, a fim de se manter no poder e ter aprovadas suas propostas, fez acordo e conchavos com evangélicos. Só espero que na próxima eleição, os gays mais esclarecidos ferrem a Dilma e o PT numa derrota clamorosa, "nunca vista antes na história deste país".~Mostremos nossa força. Não é admissível que agora os evangélicos fiquem decidindo se devemos ou não dar o rabo e sobre nossas vidas e destinos. Até porque qualquer ignorante pode ser pastor. Enquanto um padre (não estou livrando a cara deles também)passa uns dez anos num seminário para se formar, qualquer analfabeto pode pregar "a palavra de Deus" só com a leitura da Bíblia. Até minha diarista é pastora e está construindo uma igreja. E convenhamos: se eles transmitem a palavra de Deus, este deve falar errado pra cacete ou é surdo, pois os evangélicos só pregam gritando. Acho muito positivas todas essas atitudes e manifestações de protestos depois da posse e das declarações do feliciano. Acho que os gays ou não es

alex: O guei sem medo de paquerar outro cara, mãos dadas, carinhos... ser humano como todos. Os catoli+evangélicos que vivam seus ódios e pecados por baixo da batina+paletó-bíblia.

Tony: Acho o posicionamento do Jean um tanto otimista demais. É bom lembrar que a resolução do CNJ é passível de revogação. A questão do casamento gay no Brasil ainda não está fechada e tudo pode mudar a qualquer momento, apesar do ministro Joaquim Barbosa ter declarado ser favorável ao projeto de legalização do casamento. O problema é o congresso que precisa acomodar todas as faunas da sociedade, inclusive a bancada evangélica e católica que é muito forte e já se articula para o contra-ataque. Não será nada fácil aprovar esse projeto, a ministra Marta Suplicy que é do partido da presidenta da República não conseguiu durante tantos anos de luta...

Ric: Esses fundamentalistas religiosos odeiam a palavra democracia, eles querem é perseguir tudo o que pensa diferente deles, no momento perseguem nós gays, depois quem será que vão perseguir? Eles já disseram que vão lançar candidatura própria para a presidência, se na Comissão de Direitos Humanos a coisa já tá desse jeito, imagina eles na presidência da república. Imagina que tipo de leis vão propor, será que vão criar uma nova santa inquisição com tribunais religiosos? Será que vão aceitar outros partidos políticos com religião diferente? Ou seja, um "presidente-líder-fundamentalista-religioso" dominando o país, que horror pra democracia e será o fim do estado laico. Os próprios outros partidos políticos do Brasil deveriam olhar com cuidado alianças políticas com esses fundamentalistas religiosos e não deveriam "vender a alma" e nem fazer "pactos" com esses supostos "defensores da família" que são movidos a interesses religiosos-radicais próprios.

Mimi Fortunato: Eu entendo que: aquilo que definitivamente desgraça a família brasileira é a corrupção. Os evangélicos estão agindo igual aos direitos humanos, nunca vão defender a vítima dos assassinos e bandidos, mas vão passar a mão na cabeça dos mau feitores. Assim, concluo que os evangélicos tem uma visão distorcida daquilo que realmente faz mal - deveriam combater a corrupção e não combater o meio pelo qual as pessoas tem orgasmo! É por isso que concordo plenamente com Linda Emanuély, nosso povo tem cabeça de codorna.

Anterior  1  Próxima 

Ofertas Atirados

 

 

Jockstrap Sport - Branca

 

Preço: R$ 69,90
PROMOÇÃO: R$ 49,90

 

 

Jockstrap Topher - Preta

 

Preço: R$ 69,00
PROMOÇÃO: R$ 49,90

 

 

Jockstrap Colby

 

Preço: R$ 69,00
PROMOÇÃO: R$ 49,90

 

 

Jockstrap Wild Preta

 

Preço: R$ 69,00
PROMOÇÃO: R$ 49,90


É expressamente proibido a reprodução parcial ou total de qualquer conteúdo do site A Capa sem prévia autorização por escrito dos responsáveis.
A Capa na iTunes App Store A Capa no Android Market RSS Facebook Twitter SoundCloud
Cadastre-se no informativo